quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Decida !







Bom Dia !!!!!

A vida ai esta a nossa espera e se temos que tomar as decisões e de preferência as certas, é só colocar de lado as outras e outros e ai estaremos dando um grande passo, esse que nos valorizará e crescentemente forjando o solo onde pisaremos, as paredes e telhado que nos guardarão com Paz, Amor, Carinho, os quais alimentarão nossa Saúde nos proporcionando Felicidade e assim nos deixando aptos para confraternizar e distribuindo o que de temos de mais puro em nosso ser, o Amor .

JB

As decepções da vida são necessárias para que a gente aprenda a levantar, fortalece o espírito! Mas quando a gente se depara com a prepotência temos que ter humildade para entender o quanto são infelizes aqueles que se acham donos da verdade!

Danuza Helena Maciel Cavalcanti Gantus

Um Dia

Um dia, não sei qual era
Cristo desceu à Terra.
Não era mais um menino.
Nem como nós peregrino.
Veio ficar um pouquinho
com os amigos de cá.
Não veio para padecer.
Nem por nossos pecados morrer.
Veio só para nos ver.
Também veio para ser, mesmo só
por um instante, a nós semelhante.
Olhar para nós e dizer: não estais sós.
Também não veio para ensinar.
Não veio para pregar nada,
nem sequer deixar pegada.
Se falou, foi com o olhar.
Não veio apontar defeitos.
Nem onde andamos a errar,
e nem sequer perdoar.
Veio só nos visitar.
Nos olhava e o olhar dizia toda
a dor que na alma lhe ia.
Sofria por nos ver a sofrer.
A morrer.
É coisa para além de saudade.
Quantos vasos ia encher a lava
que jorrava daquele coração a
derreter.
Era dor de perceber que dois mil
anos foram pouco, quase nada.
Que a humana criatura voltou aos
tempos jurássicos e ficou ali parada.
E Cristo ali a ver isto.
Doeu! Ai como doeu!
Quem o viu bem percebeu.
Veio humano, divino.
Sua presença, um hino.
Seu amor igual pelos reis,
senhores da guerra, por todos
os homens da Terra.
Seus olhos, dois sóis a brilhar,
a irradiar luz para todo o lado.
Seu rosto iluminado.
E se foi deixando ali parte de si.

Lita Moniz

Beijões e Abrações .

Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale