terça-feira, 24 de novembro de 2009

Acredite é pura verdade !


Bom Dia !!!!!

Procure observar o narrado abaixo e queira acreditar que é assim mesmo na grande maioria é isso mesmo em muitas cidades a segurança está descambando para a anarquia e a falta de competência das autoridades seja Ela qual for, Executiva, Legislativa ou Judiciária estão ficando parelhas e com isso nós é quem nos danamos , mais a real culpa, a verdadeira responsabilidade e nada faz é nossa, isso mesmo a verdadeira culpa é nossa mesmo pois com o nosso comodismo deixamos para depois e enquanto não nos toca vamos empurrando com a barriga e ai anos vão a frente então, tomemos vergonha na cara e exerçamos nosso papel de cidadão e cobremos os nossos direito mais nunca nos esquecendo das nossas obrigações .
Fique com Deus e tendo a certeza que devagar se vai ao longe e nossos netos hão de nos orgulhar modificando este quadro .

JB

É preferível não ter amigos do que os ter mais nocivos que inimigos.

William Shakespeare

A VIOLENCIA

A Violência

A violência é uma questão
Tratada de forma irreal
Combate-se com educação
E recuperando marginal.
Não adianta opressão
Para prender viciado
O coreto é a prevenção
Ao traficante atinado.
Faz-se grande divulgação
Na mídia internacional
Problema tem solução
Mas o projeto é banal.
Pegam menores passivos
E trancafiam nos abrigos
São péssimos paliativos
Não resolvem os perigos.
As policias do Brasil
São instituições sérias
Mais abriga um covil
São verdadeiras misérias.
A legislação vigente
É bastante ultrapassada
Só pune o inocente
O bandido da gargalhada.
A policia entra em favela
Atirando para todo lado
O cidadão de medo se pela
Vendo o bandido tocaiado.
Em quem vamos acreditar?
Fala o cidadão indefeso
Meu filho pode estudar?
Ou é a lei do Malfazejo.
Bandido Agora da ordem
E o Poder Público obedece
Nesta verdadeira desordem
A população padece.
Somos reféns da violência
Pois o crime é organizado
O Poder é incompetência
E o marginal bem armado.
Visitando uns amigos em Fortaleza, no Bairro do Pirambú e Nossa Senhora das Graças, ali nas imediações da Avenida Leste Oeste, ouvi algumas histórias que me deixaram apavorado, na minha época de Estudante morei nesta região e a violência se limitava a brigas de bar, atualmente até as Policias só entram nestes bairros à noite se estiverem em grupo de 05 ou mais viaturas. Um morador antigo da minha época me confessou que suas faltas no trabalho são provenientes de ordens dos bandidos, se sair de casa morre, e agora? O cidadão não pode nem trabalhar?

Autor: Joaquim da Rocha.
Chaval – Ceará.
JOAQUIM DA ROCHA

Beijões e Abrações .



Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale