quarta-feira, 4 de abril de 2012

Constancia .



Bom Dia !!!!!

A mudança e transformação é constante e os que não se aderem, sucumbidos os são pelo gigante do meio sentenciados as vezes a perpetuarem sem direito de pena; sentimento humilhante que não devemos ter por um inimigo quanto mais a um ser a qual amamos e queremos bem .
Atitudes devem ser tomadas, mais é Tu quem as tomará ? Ou deixará a la vonte  para que o destino decida a quem contemplar ?
Procure viver, pois quando encaras de frente, corpo e alma as agruras que a vida lhe propõe, demonstra que estas no caminho para a sua independência e liberdade pois se seu querer forte o for, independente de conseguires ou não a conquista certa o é pois provastes que capais é, pois no momento que encarou provou sua capacidade e com isso tornando-se LIVRE .

JB
        
O amor é como fogo se souber alimentá-lo ele se alastra, mas é preciso saber controlá-lo!

Vitória Catarina


Sol Vago

Sol Vago a bater à porta de gente morta.
Cegos!
A cegueira, companheira da vida inteira,
Impediu-os de ver o que estava a acontecer.

Ou não queriam ver.
Movidos a intrigas, mentiras, falsidades.
Só a verdade não podia aparecer.
Se me solto, preparai-vos para morrer.

Melhor é não desenterrar o que nos pode
Salvar.
Viver como quem sabe que já não há
Salvação, nem paz, nem perdão.

Viver a cultuar o que chegou para matar.
Dar vivas ao Salazar.
Dar vivas aos pés que nos andavam a pisar.
Dar vivas aos pedófilos pelo país a prosperar.

Dar vivas a almas perdidas.
Mais perdidas do que as nossas pobres vidas.
Pobres, mas resolvidas.
E depois do Salazar passar, continuar nisto de enganar.

Enganar o povo acenando-lhe com um mundo novo.
Enganar a nação: chegou a tua vez outra vez.
Quanta enganação!
Quantos falsos discursos de cidadania, civilização!

Ainda não foi desta vez que saíste do buraco onde
Caíste.
Perdeste o pouco juízo que ainda havia quando davas
Vivas ao Salazar.


Cavaste um buraco mais fundo na ânsia de te salvar.
Enrolaste a tua vida na corda que chegou para te enforcar.
Onde está então a salvação?
No encoberto, no certo, que continua lá a dizer:

Se me solto, preparai-vos para morrer.

Lita Moniz


Beijões e Abrações .

Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale