quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Filete de luz .


Bom Dia !!!!!

Há vida, vida minha, quando penso que vim para curti-la e amarrado fico por incompetência minha, chego a me desesperar, é quando aquele velho filete de luz me traz a consciência de que Eu sou Eu, e dependo fundamentalmente de Mim mesmo para expelir a agrura que teima em abraçar-me assim me fazendo de sua caserna . Vou resistir, e me erguendo a caminho da liberdade Eu vou, pois tenho personalidade e não abandonarei meus ideais nem meus sonhos pois são Eles que me darão a Paz a qual me tornara feliz .

JB

A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo.

Friedrich Wilhelm Nietzsche

CADEIRAS VAZIAS

A vida passada é inexorável
Querer voltar é algo infundado
Sonhar ilusões... inexplicáveis
Lamentos... momentos
Do tempo passado
Abarcado... atrelado ao desigual
A mente demente... em agonias
Relembra... tristezas... acontecidas
Caminhos sem volta... estradas vazias
Idéias dos quartos... sombrios e sisudos
Cobertos de prantos e panos de luto
Molduras... rúpteis... sem as figuras
Deixaram ao pó cadeiras vazias
Falas e ecos de melancolias...


Roberto Stavale
São Paulo, Agosto de 2010.-
Direitos Autorais Reservados®

Beijões e Abrações .


Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale