domingo, 6 de março de 2011

Vá ! Você consegue .


Bom Domingo !!!!!

Tenha um restinho de Domingo maravilhoso e procure mediante ao que ouve ou lê se encontrar consigo mesmo e tirar a essência do bojo para que com sua consciência, seu caráter e sua moral, haja vista ser uma persona realista de procurar fazer o melhor não só para si pois não és guloso, mais sim para a grande maioria pois seu interior é de solidariedade e confraternização . Mais muito cuidado pois o socialismo dentro da teoria é o maior e melhor modo de convivência entre massa, mais que na prática ai temos a grande URSS ( União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ) que faliu a ponto de quase uma grande catástrofe se tornar . Assim sendo, acima de tudo tenhas a sua consciência tranquila e junto a seu coração não tenha medo de até errar pois afinal somos humanos mais tente, e a união que se formar mediante idéias como a sua formarão grupos distintos, e essa é a futura geração que governará dignamente nosso planeta .

JB

Todo espírito preocupado com o futuro é infeliz.

Sêneca

Às avessas

Ulysses Laluce

Era uma manhã de céu azul,
Uma casa simples de madeira,
Cortada ali mesmo, da mata.
É gente de costume arraigado
Em que o tempo pouco ou quase
Nada muda. A mãe sempre
Levanta bem cedo com os pássaros...
E sua vida se limita a cuidar dos filhos,
Do marido, e faz sempre sobrar tempo
Para as orações em capela.
De avental e pano na cabeça,
Não pára um minuto. Com a barriga
Encostada no fogão à lenha,
Panelas areadas a cinzas,
Maneira antiga de protegê-las;
À mesa, no café da manhã,
Nunca falta leite, pão e manteiga
Feitos em casa, e o que não falta mesmo
É carinho e amor!
Logo à porta se ouve um canto livre
Em livres pássaros... Estradas de terra,
Bois trabalhando..... E ainda a graça
Do apito de maria-fumaça...
Nos céus, nenhuma nuvem impura,
Rios de águas cristalinas,
Onde pedras brilhantes encantam...
A água para o pote, de barro queimado,
Vem da bica, tão doce quanto à inocência...
Nenhum olhar implorando piedade...
Jovens de mãos dadas; no almoço,
Pais, filhos, netos... Respeito absoluto!
Um soar de sino obedecido em seu clamor
Dominical... Era um Deus não discutido!
Que saudade!
Mas a realidade de hoje,
É outra coisa: perde forças o silêncio
Ante as guitarras barulhentas!
Ruas só de automóveis, só deles...
Proliferam religiões e suas igrejas
Mansões... Mas há velório ainda...
Mas como um convite apagado à reflexão...
Não sei, e isto é um grande milagre...
Não sei mesmo. Como se sustenta
O velho amor neste mundo às avessas,
Não sei mesmo, ó Deus!
.
Beijões e Abrações .

Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale