segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Ponha para fora .






Bom Dia, uma ótima Semana !!!!!

Ponha para fora .

Solidifiquemos nossos sentimentos .
Coloquemos para fora todas as dúvidas e ao menos procuremos as respostas para as atrocidades que no nosso dia a dia estão a acontecer e sem saber o que fazer ficamos estagnados e paralisados sem respostas e até com medo de atitude tomar .
Procure em seus extintos, deixe aflorar a nata de seu ser e se nele adormecido estiver, com certeza ascendera e te levará a liberdade pois o Direito, a Dignidade, o Caráter e a Moral, é proporcional a sua personalidade, essa que Te conduzirá a Liberdade para ser Feliz .
Tenha uma Maravilhosa Semana .

JB

Aquele que produzem devem compartilhar os resultados.

Ewing Kauffman



DESEJO

       Assim como somos únicos em um universo super povoado, com as nossas peculiaridades unas e DNA jamais encontrados em outros seres, existem também, momentos inesquecíveis, fatos indescritíveis, acontecimentos inacreditáveis e, poemas que gostamos de ouvir, de sentir e falar com o coração como: “SE” de Rudvard Kipling e “DESEJO” de Victor Hugo, eles nos invadem a alma e purifica o espírito, filtra a nossa existência e ilumina a nossa estrada em um mundo de sombras, de nevoas em uma tarde de verão em que o sol se escondeu e veio a noite sem estrelas, sem lua e o vento parou de soprar, as ondas do mar pararam de se movimentar  NE os pássaros cantaram na despedida do dia... Nas ruas o silencio mortal feito nos tempos de guerra onde o toque de recolher soa mais forte que a vontade, o desejo de paz que aflora os corações  e se mistura com o grito daqueles que perderam os seus em uma guerra insana, sem princípios, desprovida de propósitos mas que diminui o espaço físico  em Campos Santos libertando almas que não chegaram a cumprir suas missões terrenas.
         As pessoas temerosas por suas vidas, pelos seus familiares e amigos, unem-s pela vida, mas não sabem o que fazer se há o que se possa diante de uma desenfreada insanidade que tomou o nosso espaço e nos aterroriza mais que a peste rubra, que o ócio da mente ou da inércia do corpo, é talvez, a falta de fé de que se tenha ou viva um amanhã que a guerra urbana, que a mão assassina não consiga derramar o sangue, em um dia que nada se perca e que as lagrimas não brotem dos olhos tristes, mas que bocas se abram e mostrem largos sorrisos belos e que o vento sopre  forte ao norte, que as ondas esbravejem nos litorais, que o sol inunde o dia de luz, de vida, que as pessoas entoem canções de amor, que os pássaros cantem na alvorada e que a noite venha estrelada, enluarada e, que os amantes se amem com sofreguidão e que o azimute da vida enlouqueça e nada mais reste nesse mundo, a não ser pessoas boas, aquelas aprovadas no vestibular da vida, comprometidas com a paz, e que venhas na trilha do  amor  percorrendo vales, montanhas, caminhando alegre, com sandálias douradas e vestida de branco chamando elo meu nome, afoita em minha  direção e que bom meu amor que tanto desejei que te encontrei...

Airton Gondim Feitosa


Beijões e Abrações .



Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale