domingo, 14 de março de 2010

Captar, as vezes é necessário !


Bom Dia !!!!!

Com as diversidades ao redor um relato como esse é bom para coroar nosso Domingo, a Ti desejo junto as pessoas a quem mais ama um grandiosíssimo Domingo cheio de beleza e gosto resgatando sua alto estima e dando junto a sua força interior muita Paz, seja feliz, Deus sempre a seu lado está .

JB

Mas estamos aproveitando da melhor forma possível, a estrada desta vida nos marca com alegrias e tristezas mas as vezes as tristezas valem muito mais do que a alegria que é apenas um momento enquanto a tristeza nos marca para sempre, estar feliz é somente um momento e ficar triste é carregar um aprendizado.

Fernando Lapolli

Bolo de Fubá e Chuchu

Dei uma última olhada na geladeira à procura de mais alguma coisa que pudesse levar para ela. Vi um saquinho com alguns chuchus e o acrescentei à sacola. Afinal,em casa ninguém gostava muito de chuchu,coisinha sem graça!
Sempre visitava minha tia Maria aos domingos. Cozinheira de mão cheia,dona de uma criatividade impressionante. Tirava de leite de pedra,como dizia minha mãe.
A casa da minha tia parecia um sítio. Com um quintal espaçoso,tinha até uma cabra! Munida de minha máquina fotográfica tirei muitas fotos de cachos de bananas,abóboras gigantescas,galinhas d'angola e,é claro,da cabra! Gostava de explorar ângulos inusitados,detalhes de flores. Eu me divertia muito no imenso quintal mas a melhor parte do dia era saborear os quitutes da tia Maria. Café fresco passado no coador de pano,sem dúvida! Minha grande paixão era o seu bolo de fubá com erva-doce. O aroma que se desprendia da cozinha enquanto ele assava,jamais esqueci! Já preparei esse bolo inúmeras vezes mas nunca ficou igual ao dela.
Ela o fazia numa forma retangular,quando o tirava do forno cobria com uma toalha branca e punha para descansar sobre o "guarda-comidas". E o servia na própria assadeira,sem luxo nenhum.
No dia em que levei os chuchus para ela,o bolo já estava pronto. Fui,como sempre,para o quintal à caça de novidades. Passado algum tempo ela me chamou da porta da cozinha. Oba! Hora do bolo!!
Sentei-me à mesa onde já estavam minha mãe,minha avó e uma vizinha. Minha tia,então,me serviu uma porção de doce cremoso de coco. Uma delícia! Fui logo pedindo a receita. Nossa,tia,me ensina a fazer. Adoro doce de coco!
Ela me olhou com aqueles olhinhos espertos:

- Que coco? Isso aí é o chuchu!!


Kássia C

Beijões e Abrações .



Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale