sexta-feira, 13 de maio de 2011

Perdido no espaço .






Boa Tarde !!!!!

Temos sempre que ter certeza do que queremos e independente de aparentar e até ser repetitivo os pensamentos e dizeres alguma coisa temos que fazer pois estagnados corremos o risco de ficar e ao vegetar temos o nosso tempo a passar e a vida a se desflagelar, e se por ventura um dia um filetinho de luz nos acordar, podemos não mais ter como retroagir para tentar reestruturar o que deixado de lado e para traz foi e assim perdido no espaço condenados a ficar estaremos, por toda a eternidade .

JB

A fé não é para ser entendida e sim sentida.

Claudiney Ribeiro

Escrevo

Escrevo! Escrevo!
Parece que escrever é minha sina.
Há um anjo que me ensina e me manda
escrever mais.
Só que os meus poemas são sempre iguais.
É uma idéia central rodeada de palavras
diferentes mas convergentes.
Que lição ando a passar.
Quem!Quem me anda a ensinar.
Confundo escrever com rezar.
Rezo ou escrevo?
Ou é tudo a mesma coisa?
A prece sobe, a palavra desce.
A poesia nasce quando o encontro acontece.
Não sei se algum dia alguém vai ler e nas
palavras vai ver o que isto vem a ser.
Deixo para o mundo estes versos que são
mais teus do que meus.
Eu nem sequer sei escrever.
Escrevo assim por escrever.
Não me chamem de poeta.
Não assim que me sinto.
A poesia está nos versos, se têm algum valor,
Não é meu, é do professor.

Lita Moniz


Beijões e Abrações .

Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale