quarta-feira, 23 de maio de 2012

Vergonha na Cara !





Bom Dia !!!!!

Vergonha na Cara !

Enquanto vergonha na cara não tomarmos e unirmos para um pró de solidariedade exigindo nossos direitos dados através da constituição que usurpados os são pelos governantes os quais colocamos lá, e lá estão para governar a nosso favor e da nação assim como os parlamentares que nos representarem nas Câmaras assim como o nosso Judiciário que ultrapassado está, e através de nossas Leis que em uma grande maioria fora do espaço tempo estão, pois o momento exige que muita coisa agora seja resolvida e não amanhã como o é a grande maioria, e assim como mais direito tem o infrator do que a vítima que geralmente a ver navio fica enquanto o infrator e até condenado e assegurado, tem tudo, isso mesmo, tudo, assim como a sua alimentação, segurança e até a saúde coisa que se depender do Estado morrer vais, e Ele não pode esperar pois está acautelado .
Se necessitares de operar, na fila ficarás e se bobear morrer irás enquanto o apenado hoje mesmo atendido e operado será .
Pense e tome uma atitude pois só a nossa união poderá talvez quem sabe amanhã revolucionar nossas vidas tornando-nos cidadãos dignos e Felizes .

JB


O mundo está para os de espírito pobre assim como o reino dos céus está para os pobres de espírito.

Lucas Mannelli


O Poeta e o Cientista

Poeta e cientista
O mundo escrito a duas mãos.
Irmãos a brincar com a riqueza
Que a natureza tem para nos dar.

Almas criança a alimentar os sonhos
da infância.
Um desatou a teorizar.
Deu de brincar de inventar, de criar.

Quer dar para  a matemática, física
E outras ciências mais um destino
Nobre. Tão desatento vai que nem
se incomoda de continuar pobre.

O outro continuou  a brincar de sonhar.
Construiu com o material de que são
Feitos os sonhos coisas de encantar e
De arrepiar.

Um agarrou-se à ciência: quer saber
Tudo que ela tem para nos dar.
Bebe na fonte, nutre-se daquele saber.
O sonho não morreu, cresceu.

Na trilha da poesia o poeta aprende
e cria.
Enquanto caminha apura os sentidos,
Entra na consciência da existência.

Mais à frente já se vê a porta do inconsciente.
É ali que nascem os sonhos.
É ali que cresce a vontade de sonhar
É ali que o poeta quer morar .


Lita Moniz


Beijões e Abrações .



Nenhum comentário:

PAZ .

PAZ .

Horloge numérique / digitale